sábado, 18 de julho de 2009

Black or White minutos finais

Antes de mais nada os minutos finais do video:



Agora vamos as considerações:

1) Michael Jackson se transforma em pantera (06:48 e 10:43) - Os Panteras Negras eram um grupo político que surgiu nos anos 60 nos EUA, com intuito de proteger os guetos negros de policiais e racistas. Em determinada época, os Panteras Negras defendiam o armamento, a isenção de impostos e o pagamento de indenizações pelos anos de escravidão a todos os negros da América. Com o passar do tempo, a rebeldia anárquica foi dando espaço à política, e os Panteras passaram a investir em serviços sociais nas comunidades carentes.

2) Dançar sem música - Michael não dança sem música. É um recado para os críticos, do tipo “vocês não estão me ouvindo, mas eu não vou parar por causa disso”. Por causa da mudança de cor, MJ foi bombardeado pela mídia. Black or White nada mais é do que um desabafo do cantor contra a discriminação que estava sofrendo.

3) Cantando na Chuva (08:32) - Uma rua deserta, um poste e um dancarino. Dêem um guarda-chuva ao Michael e um pouco de água caíndo de cima e nós temos a mesma cena imortalizada pelo Gene Kelly.

4) O quebra-quebra - Porque MJ arrebenta com tudo que está na rua? É só olhar com um pouco de atenção: suásticas, Ku-Klux-Klan, mensagens de ódio e de preconceito estão pichadas nas coisas que ele quebra. Chega de discriminação, chega de intolerância, é essa a mensagem.

5) O pecado mora ao lado (09:40) - Só meu me lembrei da famosa cena da Marilyn Monroe no bueiro, quando uma lufada de ar levanta seu vestido (dadas as suas devidas diferenças)? O clipe não economiza referências a cultura pop americana, dos filmes antigos de sucesso aos Simpsons (não é por nada, mas no início do clipe, aquela história de pai discutindo com o filho por causa da música, não lembra uma certa banda?).

6) MJ cai no chão, rasga a roupa e solta um berro (10:10) - Momento mais cheio de referências. Impossível não lembrar de Highlander - O Imortal. Pode ser interpretado como “Me critiquem, me desmoralizem, mas não vão me destruir porque eu sou imortal”. Rasgar as roupas e berrar é como se fosse um símbolo para a libertação. Depois do desabafo, o alívio. E a fachada do hotel que desaba está escrito “Royal Arms Hotel”. Royal Arms é o nome designado as tropas armadas imperialistas, podendo servir para as tropas da Inglaterra ou para os guerrilheiros dos países da África do sul, em constante guerra étnica.


Fonte: http://piero.jor.br/2008/08/12/as-mensagens-ocultas-de-black-and-white/

Black or White (em português: "Preto ou Branco") é um single de Michael Jackson lançado em 1991. Foi o primeiro single do álbum Dangerous. É uma mistura de Hard rock com dance e rap. É o single mais vendido da década de 1990. A música foi escrita por Jackson, com exceção do rap que intercala a canção, promove a unidade racial. A introdução da música na verdade é um trecho da canção Hurts So Good de John Mellencamp, que em Black or White é performada pelo guitarrista Slash. Seu riff é um dos mais conhecidos no mundo todo. A canção ficou em primeiro lugar em mais de 18 países, e se tornou o segundo maior sucesso do cantor, atrás somente de Billie Jean

História
Black or White surgiu como uma espécie de resposta. A cada dia, a cor da pele de Michael era cada vez mais questionada pela imprensa do mundo todo, fato que iniciou-se desde a era Bad. Mas dessa vez, Michael estava cada vez mais branco. Boatos de que ele teria mudado a cor de sua pele propositalmente por meio de um tratamento intensivo com hidroquinona varreram o mundo. Essa era a primeira "excentricidade" de Michael Jackson, assim noticiava os jornais. Entretanto, o que nínguem sábia, era que na verdade, o astro sofria de vitiligo, uma doença auto-imune na qual ocorre a destruição total (ou parcial) dos melanócitos. Durante anos Michael tentou esconder o caso usando uma maquigem escura, da cor que era sua pele antes da doença. Segundo Michael, os primeiros sinais de que sua pele estava ficando mais clara aparceram em 1979 e foram descobertos por seu dermatologista. Seu pai o alertou para o fato, pois a doença já havia se manifestado em um tio seu, o qual não havia tratado e consequentemente teria ficado parcialmente branco. Ele afirmou ainda que teve pouco tempo para tratar o problema devido a promoção do seu álbum Off The Wall. Michael só assumiria publicamente que sofria de vitiligo numa entrevista concebida a Oprah Winfrey em 1993, dois anos após o lançamento dessa música. A doença até então era parcialmente desconhecida pelo mundo todo, sendo Jackson o maior divulgador da doença.

"Poucas pessoas, que nao são do ramo médico e que tem a doença, ouviram o termo vitiligo ate Michael Jackson revelar nos anos 90 que a disordem de pele era a culpada de deixá-lo branco." [1] Lee Thomas, apresentador de programas de TV norte-americano.

Mas por incrível que pareça, ainda tem muita gente que realmente crê que Michael mudou a cor de sua pele propositalmente. E Black or White era uma resposta a essas pessoas. Cansado das polêmicas em torno disso, ele escreveu a música pretendendo acabar com o racismo de vez e criar uma unidade interracial. Black or White figura entre uma das canções mais polêmicas de Michael, primeiro devido a sua letra que soa como um desabafo e depois pelo seu videoclipe controverso. Polêmicas a parte, a música foi um sucesso nos quatro cantos do mundo.

Sinopse
Os primeiros minutos do vídeo apresenta uma versão estendida da música que introduz Black or White, onde um jovem garoto, interpretado pelo então astro-mirin Macaulay Culkin, ouvia a música em alto volume, até ser reclamado por seu pai furioso (George Wendt), que exige que ele desligue o som. O garoto resolve passar por cima das ordens do pai e de luvas, óculos escuros e guitarra na mão, toca poucos acordes com o instrumento, que levado em alta potência, fazem os vitros da casa se quebrarem e manda seu pai para a África. Lá ele encontra Michael, que começa a cantar a música, passando por vários lugares no mundo. No final do vídeo passam várias pessoas de várias raças se transformando uma na outra através do efeito morfo, inédito na época. Terminada a canção, uma pantera sai dos estúdios. Depois disso a pantera se transforma em Michael Jackson. Segue uma sequência passada em um beco escuro de Nova York, onde Michael realiza alguns passos complexos de dança e destrói mensagens racistas pichadas num carro e nas ruas. Por fim, ele vira novamente uma pantera e foge. No final mostra os Simpsons assistindo o clipe.

Polêmica
O videoclipe foi exibido simultaneamente nos canais MTV, BET, VH1 e FOX e em todo o resto do mundo. No Brasil o vídeo foi exibido no programa semanal Fantástico, da Rede Globo. Assim que o vídeo acabou, a reação foi a mesma em todos os cantos do mundo. Todos ficaram chocados com os quatro minutos finais do vídeo. Na sequência, Michael dançava até que em determinado momento ele quebra uma garrafa de vidro e em seguida estraçalha um carro parado na rua usando apenas um pé-de-cabra. Depois, ainda quebra algumas janelas e em um acesso de fúria rasga a própria roupa.

O trecho foi considerado bastante violento e a polêmica novamente armada pela mídia fez Michael ir a público para pedir perdão pelo vídeo. Michael resolveu cortar os quatro minutos finais e portanto a versão oficial do vídeo é a versão reduzida. Em seu comunicado oficial ele afirmou:

"Entristece-me pensar que 'Black Or White' poderia influenciar qualquer criança ou adulto a ter um comportamento destrutivo. Eu sempre tentei ser um bom exemplo e, portanto, fiz estas mudanças para evitar qualquer possibilidade de, inadvertidamente, afetar o comportamento de qualquer indivíduo."

Mesmo assim a versão sem cortes ainda foi exibida pela MTV americana entre 01:00 e 04:00 horas, entretanto, Michael determinou que a exibição fosse suspendida. O vídeo ainda foi sabotado por um grupo de vândalos que por meio de programas de computação gráfica adicionaram mensagens racista em forma de falsas pichações nas paredes da locação. Muitos ainda criticaram a forma como Michael se vangloriava no vídeo, principalmente na cena onde ele dança sobre um bueiro, onde muitos acreditavam que ele estava plagiando a famosa cena de Marilyn Monroe no filme O Pecado Mora ao Lado, e também a cena onde ele dança sobre a calçada molhada, lembrando bastante as cenas de Gene Kely no filme Cantando na Chuva. Outros ainda afirmaram que a sequência inicial do pai brigando com o filho para baixar o volume da música seria na verdade uma referência a série animada de TV Os simpsons, da qual Michael é fã assumido e cujos integrantes (Homer e Bart) também fazem uma ponta no fim do vídeo.

O segredo para transformar Michael em Pantera foi talvez a única "polêmica positiva" do vídeo. Todos queriam saber que efeito especial os diretores haviam usado.

Black or White foi incluido em todos os DVD's de clipes que Michael Jackson lançou posteriormente, inclusive o mais bem sucedido dele, o Number Ones, de 2003.

Fonte: Wikipedia


Letra da Musica


Black Or White

I took my baby
On a Saturday bang
Boy is that girl with you
Yes we're one and the same

Now I believe in miracles
And a miracle
Has happened tonight

But, if
You're thinkin'
About my baby
It don't matter if you're
Black or white

They print my message
In the Saturday sun
I had to tell them
I ain't second to none

And I told about equality
An it's true
Either you're wrong
Or you're right

But, if
You're thinkin'
About my baby
It don't matter if you're
Black or white

I am tired of this devil
I am tired of this stuff
I am tired of this business
Sew when the
Going gets rough
I ain't scared of
Your brother
I ain't scared of no sheets
I ain't scare of nobody
Girl when the
Goin' gets mean

(L. T. B. Rap performance)
Protection
For gangs, clubs
And nations
Causing grief in
Human relations
It's a turf war
On a global scale
I'd rather hear both sides
Of the tale
See, it's not about races
Just places
Faces
Where your blood
Comes from
Is where your space is
I've seen the bright
Get duller
I'm not going to spend
My life being a color

(Michael)
Don't tell me you agree with me
When I saw you kicking dirt in my eye

But, if
You're thinkin' about my baby
It don't matter if you're black or white

I said if
You're thinkin' of
Being my baby
It don't matter if you're black or white

I said if
You're thinkin' of
Being my brother
It don't matter if you're
Black or white

Ooh, ooh
Yea, yea, yea now
Ooh, ooh
Yea, yea, yea now

It's black, it's white
It's tough for you
To get by
It's black , it's white, whoo

It's black, it's white
It's tough for you
To get by
It's black , it's white, whoo

Tradução da Letra

Preto ou Branco

Levei minha garota em uma balada de sábado
Cara, essa menina está com você?
Sim, nós um e a mesma pessoa
Agora eu acredito em milagres
E um milagre aconteceu esta noite
Mas, se você está pensando em minha garota
Não importa se você é preto ou branco

Eles publicaram minha mensagem no Saturday Sun
Eu tive que falar pra eles, eu não estou atrás de ninguém

E eu falei sobre igualdade
E é verdade, esteja você certo ou errado
Mas se você está pensando em minha garota
Não importa se você é preto ou branco

Eu estou cansado desse demônio
Eu estou cansado dessa coisa
Eu estou cansado desse negócio
Improviso quando a coisa fica preta
Eu não tenho medo do seu irmão
Eu não tenho medo de nenhum jornal
Eu não tenho medo de ninguém
Menina, quando a coisa fica feia

(L.T.B)
Proteção contra gangues, clubes e nações
Causando aflição nas relações humanas
É uma guerra de territórios numa escala global
Eu preferiria ouvir os dois lados dessa história...
Veja, não se trata de raças,
Apenas lugares, rostos,
De onde vem seu sangue, é onde fica o seu lugar
Eu já vi o brilhante ficar mais opaco
Eu não vou passar a minha vida sendo uma cor

Não me diga que concorda comigo
Quando eu te vi chutando poeira em meu olho
Mas, se você está pensando em minha garota
Não importa se você é preto ou branco

Eu disse, se você está pensando em ser minha garota
Não importa se você é preta ou branca

Eu disse, se você está pensando em ser meu irmão
Não importa se você é preto ou branco

Ooh, ooh!
Yea, yea, yea agora...
Ooh, ooh!
Yea, yea, yea agora...

É preto, é branco
É duro para todos sobreviver
É preto, é branco, whoo!

É preto, é branco
É duro para todos sobreviver
É preto, é branco, whoo!

Veja o video completo: http://www.youtube.com/watch?v=YVoJ6OO6lR4

Um comentário:

  1. mickael e apenas um cara que gosta de aventuras e gosta de mostra que todos nós somos iguais

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Michael Jackson está vivo?