sexta-feira, 24 de julho de 2009

Jackson: Prince Michael I testemunhou a morte do pai

Prince Michael I está lidando com muito mais do que a morte de seu pai, Michael Jackson, que faleceu há quase um mês.

De acordo com o The Sun, o filho mais velho do rei do Pop assistiu à tentativa do médico Conrad Murray de reanimar o artista.

Segundo o jornal, a família Jackson disse na quinta-feira, dia 23, que a polícia conseguiu remontar as últimas doze horas de vida do cantor e que, com isso, novos fatos dramáticos foram revelados.

O amigo da família de Michael, doutor Steven Hoefflin disse que Conrad Murray, o médico que estava com Jackson na hora de sua morte, fez Prince, de 12 anos, assistir enquanto ele fazia massagem cardíaca no interprete de Thriller e, com isso, o filho mais velho estaria compreensivelmente traumatizado.

Não só isso, mas Hoefflin disse, em nome da mãe de Michael, Katherine Jackson, que os médicos do hospital de Los Angeles, no qual o cantor foi atendido, acreditam que ele estivesse morto há pelo menos duas horas antes que ele chegasse ao local.

Steven disse também que testemunhas que estavam na casa se Michael no dia de sua morte viram Murray injetar o anestésico propofol no cantor todas as noites por um tubo intravenoso. Além disso, ele acredita que, no dia em que o artista faleceu, Conrad Murray caiu no sono enquanto a intravenosa ainda estava no braço do rei do Pop.

Desse modo, Hoefflin diz que antes de começar a reanimação, Murray pediu para que um dos filhos do cantor testemunhasse a tentativa do médico de salvar a vida de Michael e entendesse que ele estava fazendo o procedimento da maneira correta.

- A família [Jackson] acredita que a intenção do médico era mostrar a um membro da família que ele estava tentando trazer Michael de volta a vida, diz Steven.

Fonte: http://estrelando.uol.com.br/celebridades/nota/jackson__prince_michael_testemunhou_a_morte_do_pai-64585.html

Um comentário:

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Michael Jackson está vivo?