terça-feira, 4 de agosto de 2009

Assistente teria dado injeção que causou morte de Michael Jackson

Conrad Murray, médico do cantor, estaria dormindo na hora, segundo tabloide

O tabloide inglês "The Sun" afirma em sua página na internet que, segundo fontes ligadas às autoridades que investigam o caso, um assistente teria dado a injeção do anestésico Demerol a Michael Jackson na noite da morte do astro. Na hora, o médico do cantor, Conrad Murray, estaria dormindo.


Segundo a publicação, no mesmo dia Murray já teria dado uma injeção de outro anestésico, o Propofol, ao astro. No entanto, enquanto Murray dormia, Michael acordou e pediu ao assistente por mais uma dose.

O tabloide "The Sun" ainda afirma que a combinação entre os anestésicos Demerol e Propofol teria causado uma parada cardíaca em Michael Jackson. Murray então teria sido acordado e tentado ressucitar o astro através dos primeiros socorros, enquanto os paramédicos eram chamados.

Fonte: http://ego.globo.com/Gente/Noticias/0,,MUL1252596-9798,00.html

Considerações...
um assistente teria dado a injeção do anestésico Demerol a Michael Jackson na noite da morte do astro.
Devagar com esse angu... MJ passou mal de dia!!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Michael Jackson está vivo?