quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Descoberta da polícia complica situação do médico de Michael Jackson

O Dr. Conrad Murray, médico pessoal de Michael Jackson, pode não ter apenas aplicado o anestésico Propofol no cantor, como também prescrito a droga para ele, o que aparentemente resultou em sua morte.

Uma busca da polícia, num distribuidor de remédios de Las Vegas, foram encontradas receitas da droga assinada por Murray e documentos provando que ele comprou a droga legalmente no local.

O advogado do médico, Edward Chernoff, disse não ter visto o mandado de busca que permitiu o acesso das autoridades aos documentos e não quer comentar o caso, antes de obter mais informações.

Fontes contaram ao site TMZ que os investigadores acreditam que Jackson morreu depois de receber uma injeção do analgésico Pethidine, além de ter tomado uma injeção de Propofol horas antes.

Essa nova informação pode piorar a situação do médico, se um processo de homicídio vier realmente a ser movido contra ele.

Fonte: http://ofuxico.terra.com.br/materia/noticia/2009/08/12/pai-afirma-que-corpo-de-michael-ainda-nao-foi-enterrado-119520.htm

Um comentário:

  1. sempre soube tb, e jah tinha ate comentado no blog, mas essa foto 'completa' ajudou a confirmar ;)

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Michael Jackson está vivo?