sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Enterro de Michael Jackson reúne família e amigos em cemitério, nos EUA

Familiares chegaram ao cemitério com mais de duas horas de atraso em relação ao horário previsto

Aproximadamente às 2h (horário de Brasília), os carros começaram a deixar o cemitério de Forest Lawn, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Em uma cerimônia que durou cerca de uma hora e meia e reuniu a família e amigos mais próximos, o corpo de Michael Jackson foi enterrado nesta sexta-feira, 4.

Um pouco depois da meia noite, os filhos, os pais e os irmãos de Michael chegaram ao em Forest Lawn para o sepultamento do rei do pop. Os cinco Rolls Royce Phantom alugados para levá-los até o cemitério deixaram a mansão da família em Encino, na Califórnia, depois de esperarem dentro dos portões desde as 22h. O trajeto da a residência dos Jackson até o local da cerimônia durou cerca de 40 minutos. A princípio, o enterro do astro estava marcado para as 19h no horário local (23h de Brasília).

No cemitério foi montado um altar, onde ficou posicionado o caixão dourado, fechado e coberto por buquês de flores brancas. Em cima das flores, foi colocada uma coroa, fazendo menção ao título conquistado por Michael: o de rei do pop. Ainda no altar, nas duas extremidades, foram colocadas duas pintura do rei do pop.

De frente para o caixão, na primeira fileira do lado direito onde estavam os convidados, ficaram os três filhos de Michael: Prince Michael, 12, Paris, 11, and Blanket, 7. Já na primeira fila do lado esquerdo, posicionaram o pai, a mãe e or irmãos de Michael.

Preparativos

Às 21h55m de Brasília, os primeiros carros começaram a deixar a casa com destino ao cemitério. Em seguida chegaram os cinco Rolls Royce alugados pela família. Joe, então, voltou para casa para se juntar aos outrois familiares antes de seguir para Forest Lawn.

A essa hora, era possível ouvir o barulho de helicópteros que sobrevoavam o local, e o movimento no portão da mansão já era bem maior, apesar de a segurança ter impedido a aproximação de fãs.

No cemitério, preparado para receber 300 pessoas na cerimônia, alguns convidados como a o reverendo Al Sharpton, atriz Elizabeth Taylor e o ator Macaulay Culkin, acompanhado da colega Mila Kunis, já aguardavam desde depois das 22h pelo início da cerimônia fúnebre. Do lado de fora, jornalistas e fãs aguardavam desde cedo.

"Vai ser uma cerimônia íntima, só para a família e os amigos mais chegados", disse o reverendo Al Sharpton em entrevista à CNN.

Segurança

Isso não aconteceu na casa dos Jackson. O local passou todo o dia dia cercado de jornalistas, mas protegido por seguranças particulares, que pediam identificação de todos os que chegavam de carro para se juntar aos familiares do astro pop para seguir até o cemitério de Forest Lawn, um dos mais exclusivos da região de Los Angeles e última morada de astros como Walt Disney, Clark Gable e Nat King Cole.

Alguns carros já vinham com um adesivo com a palavra "Funeral" preso ao para-brisas, espécie de credencial para entrar no cemitério, onde fotógrafos e repórteres desde cedo aguardavam a chegada dos familiares do astro. Outros recebiam o adesivo ao entrar na casa, colado no vidro pelos seguranças.

A família de Jackson pretende dar um jantar para seus convidados ainda esta noite, após o sepultamento.

Michael Jackson morreu no dia 25 de junho vítima de homicídio provocado por uma injeção fatal de anestésico. Veja ao lado a reportagem do Fantástico sobre os efeitos dessas substâncias no organismo do astro.

Fonte: http://ego.globo.com/Gente/Noticias/0,,MUL1292208-9798,00.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Michael Jackson está vivo?